Movimentação de cargas nos portos da Bahia cai 9% no acumulado do ano

0

No acumulado do ano (até agosto), os portos públicos baianos movimentaram um volume de cargas 9% menor que o verificado no mesmo período de 2017. Foram registradas quedas de 7% e 10%, nos portos de Salvador e Aratu, respectivamente. Por sua vez, os Terminais de Uso Privativo (TUPs) registraram aumento de 5%, ao movimentarem 16,5 milhões de toneladas. Confira o relatório completo.

Desempenho dos Portos e Terminais de Uso Privativo da Bahia – Relatório Mensal – Agosto de 2018

No mês – Os portos públicos baianos movimentaram cerca de um milhão de toneladas de cargas, havendo um crescimento de 1% com relação ao mês anterior. Confira abaixo o desempenho de cada um:

O Porto de Salvador movimentou 720 toneladas de granéis sólidos, 46 mil toneladas de cargas soltas e 301 mil toneladas de cargas conteinerizadas, totalizando 346 mil toneladas, uma queda de 3% em relação ao mês anterior. No fluxo de contêineres, 19.145 unidades foram movimentadas, com um aumento de 18% em relação ao mês anterior, com 37 navios porta-contêiner atracados em Salvador.

O Porto de Aratu atingiu uma movimentação de graneis sólidos de 177 mil toneladas. Já o fluxo de granéis líquidos e gasosos somou 458 mil toneladas. No total, o porto de Aratu movimentou 635 mil toneladas de cargas, um crescimento de 8% em relação ao mês anterior.

O Porto de Ilhéus movimentou 34.747 toneladas, com uma queda de 48% com relação ao mês anterior.

Enquanto isso, os Terminais de Uso Privativo (TUPs) movimentaram 2,6 milhões de toneladas, com crescimento de 2% em relação ao mês anterior. Não houve movimentação de veículos, segundo o relatório.

No ano

Ao se analisar a evolução da quantidade de cargas movimentadas nos portos públicos da Bahia, no ano corrente, em comparação com o mesmo período de 2017, houve uma queda de 9%. Veja os dados de todos os portos abaixo:

O Porto de Salvador movimentou 247 mil toneladas de graneis sólidos, 150 mil toneladas de cargas soltas e aproximadamente 1,9 milhões de toneladas de cargas em contêineres, totalizando 2,3 milhões de toneladas. Este resultado representa 35% da movimentação dos portos públicos em 2017 com queda de 7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Também foram movimentadas 116.645 unidades de contêineres no período, contra 115.331 no mesmo período do ano anterior. Houve incremento de 1%, em relação ao ano de 2017 na movimentação de contêineres e uma queda de 2% no volume de carga conteinerizada.

No Porto de Aratu foram movimentadas 1,1 milhões de toneladas de graneis sólidos e 3,1 milhões de graneis líquidos e gasosos, totalizando 4,1 milhões de toneladas. Com redução de 10% em relação ao mesmo período de 2017. Atracaram no porto 390 navios, sendo, 80 no terminal de granéis sólidos e 310 nos terminais de granéis líquidos e de produtos gasosos. A espera média para atracação chegou a 187 horas no terminal de graneis sólidos e a 63 horas no terminal de granéis líquidos e gasosos.

O Porto de Ilhéus movimentou 168.806 toneladas, uma queda de 7% em relação a 2017.

Já os Terminais de Uso Privativo (TUPs) registraram, no acumulado do ano, uma movimentação de 16,5 milhões de toneladas, um aumento de 5% em relação ao mesmo período de 2017. Também houve redução de 36% na movimentação de veículos, com 35.523 unidades movimentadas em 2018.

Fonte: USUPORT

Compartilhe.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.