Salvador Bahia Airport lidera crescimento no número de voos no Brasil

0

No último trimestre de 2019, o Salvador Bahia Airport apresentou um forte movimento de recuperação de tráfego, mesmo com o encerramento das operações da Avianca Brasil no país, em maio do ano passado, que representava 27% do tráfego de passageiros no aeroporto. Na comparação com o mesmo período de 2018, o tráfego transportado pelas demais empresas aéreas presentes na capital baiana cresceu em 31,6%, impulsionado pela forte demanda pela Bahia como destino de lazer e negócios. Com esse resultado, o Salvador Bahia Airport obteve um crescimento maior que a média brasileira no mesmo critério, que foi de +15%.

Além do aumento de frequências domésticas por GOL, Azul, LATAM e Passaredo (incluindo os novos voos regulares para Teixeira de Freitas e para o aeroporto de Santos Dumont, no Rio de Janeiro), o grande destaque do final de 2019 foi a chegada de novas companhias aéreas em Salvador – as chilenas JetSMART e SKY Airline inauguraram os seus voos diretos para Santiago do Chile, aumentando a oferta de voos internacionais na alta temporada baiana e conectando dois aeroportos da rede VINCI Airports na América do Sul. Durante o ano, Salvador também teve aumento na oferta internacional de assentos para Buenos Aires, com a Aerolíneas Argentinas, e para a Ilha do Sal, com a Cabo Verde Airlines.

O diretor-presidente do Salvador Bahia Airport, Julio Ribas, também credita o resultado à atuação da VINCI Airports, rede da qual o aeroporto faz parte. “A VINCI Airports tem o compromisso de fortalecer e desenvolver o potencial de tráfego aéreo no local em que atua. Além disso, o networking da empresa aliado ao expressivo trabalho da equipe de comercial aéreo do aeroporto foram fatores decisivos para esse crescimento”, declara.

Sobre o Salvador Bahia Airport – Localizado em Salvador, capital baiana e primeira capital brasileira, o Salvador Bahia Airport faz parte da rede VINCI Airports desde 2 de janeiro de 2018 através de um Contrato de Concessão com duração de 30 anos. Na lista dos dez aeroportos mais movimentados do País, ele conecta o estado da Bahia a 34 destinos, sendo 25 domésticos e 9 internacionais.

Desde o início da Concessão, o aeroporto tem incorporado padrões globais de operação, buscando entregar mais eficiência, segurança e uma melhor experiência de viagem para os seus passageiros. Grandes investimentos em um programa de modernização e ampliação levaram à extensão de 22.000 m² de área construída, ao acréscimo de seis novas pontes de embarque, à abertura de mais uma pista para aviação comercial e à instalação de um sistema de detecção e combate a incêndio. Além disso, o aeroporto se comprometeu a apoiar o desenvolvimento econômico do estado através do desenvolvimento de tráfego e iniciativas de estímulo ao turismo.

Reconhecido como um aeroporto verde pelo Conselho Internacional de Aeroportos, o Salvador Bahia Airport se destaca por suas conquistas no campo da sustentabilidade entre as quais zero descarte de efluentes, adoção de medidas visando eficiência energética, e a implementação de um programa efetivo de reciclagem. As iniciativas estão alinhadas com o compromisso da VINCI Airports em reduzir sua pegada de carbono. O Aeroporto também procura valorizar e promover as especificidades culturais e sociais da Bahia, um de seus grandes ativos.

Sobre a VINCI Airports – A VINCI Airports, como a maior operadora privada de aeroportos no mundo, gerencia o desenvolvimento e as operações de 45 aeroportos localizados na França, em Portugal, no Reino Unido, na Suécia, Sérvia, no Camboja, no Japão, nos Estados Unidos, na República Dominicana, na Costa Rica, no Chile e no Brasil. Atendida por cerca de 250 companhias aéreas, a rede VINCI Airports transportou 240 milhões de passageiros em 2018.

Por meio de sua expertise como um integrador abrangente, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos, aproveitando sua capacidade de investimento, network internacional e know-how para otimizar a gestão e o desempenho das infraestruturas aeroportuárias existentes, suas extensões e projetos de novas construções. Em 2018, sua receita anual para atividades geridas foi de 3,6 bilhões de euros e de 1,6 bilhão de euros para receita consolidada.

Fonte: VINCI Airports

Compartilhe.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.