Scania faz a maior venda de ônibus urbanos de sua história

0

40% da frota total renovada no sistema Transmilenio de Bogotá será movida a gás natural, e a Scania foi escolhida como a única fornecedora desta solução sustentável

A Scania, referência mundial em soluções de transporte sustentável, anuncia a maior venda de ônibus urbanos de sua história. A multinacional sueca fornecerá 481 ônibus para a renovação de frota do Transmilênio, sistema de Bus Rapid Transit (BRT) de Bogotá, na Colômbia. Todos os veículos contam com a tecnologia Euro 6 a gás natural, o que representa uma redução de emissões de mais de 98% de material particulado (PM), 96% de óxido de nitrogênio (NOx) e 20% de dióxido de carbono (CO2) em comparação com a maioria dos ônibus disponíveis na cidade, com tecnologia Euro II. Os três tipos de materiais poluentes são a principal causa de doenças e mortes por problemas respiratórios.

O resultado da licitação das fases I e II do Transmilênio foi divulgado em audiência pública na sexta-feira, 2 de novembro, na capital colombiana. De um total de 1.400 ônibus a serem renovados entre o ano que vem e 2020, os fornecedores de 1.200 já foram definidos, sendo que 60% do total de veículos serão movidos a diesel (Euro V), e 40% serão ônibus a Gás Natural. E a Scania é a única montadora selecionada que vai fornecer veículos movidos a este combustível alternativo.

“Os ônibus Scania Euro 6 a gás são uma realidade no transporte urbano na Europa e desde 2015 um total de 227 com esta tecnologia operam na cidade colombiana de Cartagena. As autoridades e operadores colombianos viram que esta tecnologia é ideal para centros urbanos, pois praticamente não polui o ar e faz pouco ruído, uma solução verdadeiramente sustentável”, comenta Juan Carlos Ocampo, diretor-geral da Scania na Colômbia.

Como exemplo, os novos veículos Scania emitem uma quantidade de partículas ultrafinas (20.000 partículas/cm3) inferiores à concentração de partículas ultrafinas encontradas no ar ambiente da cidade de Bogotá (150.000 partículas/cm3). Para comparação, os ônibus que transitam na cidade de Bogotá atualmente emitem 70 milhões por cm3.

A operadora SI2018 – Sistema Integrado de Provisón de Flota Si 2018  – adquiriu todos os veículos Scania Euro 6 a gás, sendo 302 biarticulados com potência de 340 cavalos e capacidade para transportar até 250 passageiros, e outros 179 articulados, com motores 320 Hp e capacidade para até 160 passageiros. Todos os 481 veículos serão produzidos na fábrica da Scania Latin America, em São Bernardo do Campo, São Paulo, Brasil.

“Esta operação confirma o compromisso da Scania em liderar a transformação para sistemas de transporte mais sustentáveis. A nossa planta de São Bernardo do Campo é parte do Sistema de Produção Global da Scania e está preparada para produzir estes veículos com tecnologia de ponta”, conta Christopher Podgorski, Presidente e CEO da Scania Latin America.

Todos os 481 ônibus contarão com o exclusivo sistema Scania Fleet Management, que fornece informações dos veículos em tempo real, tais como consumo de combustível, rota, necessidade de substituição de peças, forma de conduzir, entre outros.

Licitação da Transmilenio – A licitação foi dividida em duas partes: a primeira relacionada ao fornecimento da frota e a segunda à operação. Na primeira etapa, de um total de 31 propostas apresentadas, 17 delas (55%) eram com ônibus Scania com tecnologia Euro 6 a gás; enquanto na segunda etapa (licitação de operação) das sete propostas entregues, quatro delas foram apresentadas com a Scania como fornecedor.

Os clientes que se apresentaram com a marca sueca Scania foram premiados em três (Suba, Calle 80 e Norte) dos cinco pátios concedidos (Américas foi declarado deserto).

“A economia e a sustentabilidade dos veículos, que se traduzem em menores níveis de emissão ambiental e sonora e, com isso, maior qualidade de vida para os cidadãos, foram elementos fundamentais para vencer a licitação”, diz Ocampo.

Os novos ônibus Scania Euro 6 a gás começarão a operar no Transmilenio no primeiro semestre de 2019, e todas as unidades terão carroceria da empresa colombiana Busscar. A Scania será responsável por fornecer ao operador não apenas os ônibus, mas também toda a manutenção dos veículos.

Sobre a Scania

A Scania, referência mundial em soluções de transporte sustentável, é um dos principais fabricantes de caminhões pesados, de ônibus e de motores industriais e marítimos. Os serviços têm participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Com 49,2 mil colaboradores, a empresa está presente em mais de 100 países, com linhas de produção na Europa, Ásia e América Latina e com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2017, a receita líquida da Scania alcançou 119,71 bilhões de coroas suecas e o lucro líquido do exercício, após a dedução de impostos, foi de 8,7 bilhões de coroas suecas.

Fonte: Scania

Compartilhe.

Escreva um comentário